Quer entrar no e-commerce? Escolha bem o seu nicho de mercado e posicione o seu negócio

A jornalista Priscila Biella exerceu sua profissão durante 12 anos, mas sempre desejou ser uma empreendedora. Aos 30 anos, em plena ascensão profissional, com maturidade, muita coragem e pouco dinheiro, decidiu investir no sonho de ter seu próprio negócio. “Deixei meu emprego, saí da zona de conforto e coloquei foco total neste projeto”, conta. Com um investimento inicial bem pequeno, Priscila elaborou um plano de negócios sólido, com metas agressivas.

Lançada há apenas 8 meses, sua loja virtual Biellíssima oferece lingeries, biquínis e acessórios femininos e pretende fechar o primeiro ano com o faturamento de R$ 1 milhão. “O mais importante na concepção do negócio é ter uma boa ideia, avaliar bem o mercado e acreditar plenamente que dará certo. Desafios existem, e muitos. Somente essa determinação e perseverança trazem a força que o empreendimento precisa para prosperar”, diz Priscila. Aqui, ela conta sua experiência com e-commerce.

Como decidiu entrar no jogo do e-commerce?
O mercado de moda feminina é muito vasto, e percebi que havia espaço para criar um e-commerce especializado em lingeries e acessórios sofisticados. As grandes marcas já possuem suas lojas virtuais, mas a ideia foi justamente reunir diferentes marcas em uma única loja online, trabalhando com uma seleção exclusiva.

Como se destacar no meio de tantas lojas virtuais? 
Inovar, sempre. Para me destacar dos concorrentes, decidi levar a loja até a cliente. Ofereço à consumidora a praticidade da compra online, com a possibilidade de experimentar as peças antes de fechar o pedido, um serviço personalizado e exclusivo. A cliente escolhe no site as peças, indica quais lhe interessaram e agendamos o envio, de acordo com a sua preferência. No modelo delivery, a loja virtual atende toda a cidade de São Paulo. Nas demais regiões do País as entregas de mercadorias são feitas via Sedex.

Como você se planejou? Quais estratégias você aplicou para atingir o seu nicho de mercado?
Minha principal estratégia foi escolher um mercado com o qual eu me identificava. Para vender, seja online ou em loja física, você precisa conhecer o produto, ter facilidade para explorar seu universo e fazer uma venda consultiva. Conversei com algumas amigas antes, mapeei oportunidades com várias mulheres e também compartilhei a ideia com muitos homens. Ambos os públicos deram um feedback positivo e me estimularam a seguir com o business plan.  Levantei custos, diferenciais, coloquei tudo no papel e, enfim, coloquei o plano em prática.

Os investimentos online são realmente mais acessíveis quando comparados com outros fora da esfera digital? 
Sim. É possível iniciar uma loja online com baixo investimento, investi inicialmente R$ 25 mil na Biellíssima. Mas é preciso fazer uma análise de mercado antes, saber onde está pisando, ter em mente onde se deseja chegar e planejar os próximos passos. Conforme o negócio vai tomando corpo, as exigências tecnológicas, gerenciais e orçamentárias vão requerendo mais atenção e dedicação. Estruturar um e-commerce parece simples, mas é um universo particular que exige alguns cuidados, como disponibilidade de compra online 24h e controle de estoque, que precisa ser impecável. O prazo de entrega (processo logístico) é outro ponto importante, porque a forma como esse produto chega na casa da cliente e o cumprimento do prazo prometido fazem parte da experiência com a marca.  No meu ponto de vista, escolher um e-commerce ou uma loja física é uma questão de estratégia, já que ambos requerem investimentos constantes. Na loja online é essencial investir em tecnologia, gestão e otimização de processos, enquanto na loja física a preocupação é principalmente com recursos humanos, ponto comercial e o visual.

Quais estratégias de marketing digital você usa para conectar-se ao seu público-alvo?  
Trabalhamos com marketing de performance para impactar novos clientes, como links patrocinados, e-mail marketing e também estamos criando um blog que vai complementar esse trabalho com o marketing de conteúdo. Para clientes da base, trabalhamos ações com eventos (bazares e workshops), e-mail marketing, grupo no WhatsApp, clube de descontos, programa de fidelização. Temos, por exemplo, o “Biellíssima Club”, nosso programa de fidelização, onde cada compra gera uma pontuação para cada cliente. A cada 50 pontos acumulados ela automaticamente ganha R$ 50,00 como recompensa para novas compras em nossa loja. Tem uma aderência muito bacana.

Quais seus conselhos para a empreendedora manter-se atualizada, trazer inovações para seus consumidores e posicionar-se à frente de seus concorrentes? 
Acompanhar o ritmo da internet é realmente importante para quem deseja abrir um e-commerce. Precisa estar com o radar ligado o tempo todo e observando: o que o cliente está buscando, o que a concorrência está oferecendo, o que o mercado está proporcionando de oportunidades e como sua oferta está se encaixando nesse universo. Uma grande dica é ter um posicionamento claro para os clientes e para o mercado.

Como você explora a força das redes sociais em benefício da sua empresa?
As redes sociais podem proporcionar uma grande repercussão para o negócio. Mas, mais importante do que estar presente é ter uma comunicação alinhada, estratégica e transparente. Saber onde seus consumidores estão e como eles compram é o mais importante. A mídia social proporciona uma audiência importante e nos permite compreender o comportamento de compra de cada cliente.

O consumidor brasileiro ainda tem medo de comprar pela internet por causa das fraudes. Quais suas estratégias para oferecer proteção contra este risco? 
Atendimento e acolhimento. A forma que nos comunicamos com as nossas clientes e maneira que nos relacionamos com elas transmitem a segurança que o consumidor precisa para se sentir confortável e comprar com segurança.

Que dica você daria para quem quiser abrir um negócio na internet?
O principal desafio é conquistar o seu nicho, criar algo realmente novo e que faça sentido para o cliente final.  Na internet se encontra praticamente de tudo, e para se destacar nesse ambiente online é necessária muita pesquisa, assim como estar constantemente atento, analisando o que tem de novidade e o que a concorrência está praticando. O ambiente online é extremamente dinâmico e para se destacar é preciso acompanhar esse ritmo.

E para quem tem uma loja física e deseja começar a operação digital?
Prepare-se muito bem. O ambiente online é bem peculiar, porque estamos falando da venda através do autosserviço, que exige mais tecnologia, disponibilidade, controle de estoque e logística de entrega, por exemplo.

Qual foi o seu maior erro?
Não tivemos ainda uma dificuldade significativa, mas algo que realmente nos fez ampliar os esforços e repensar algumas estratégias, é a crise que o país está vivendo. As vendas no varejo estão caindo, o consumidor está com o orçamento mais apertado. Não sentimos esse impacto, mas reforçamos o marketing e a força de vendas.

E o seu maior acerto?
A escolha do segmento e o posicionamento do meu negócio.

Quais as principais diferenças entre o comportamento do consumidor na Internet e na loja física?
O consumidor compra mais impulsivamente em uma loja física do que em uma loja online. Principalmente porque a internet oferece comparadores de preço e rankings e, normalmente, a cliente divide a atenção da compra online com outras atividades, como leitura de algum conteúdo ou conversa ao telefone, que dispersam sua atenção.

Que livro ou site lhe ajudaram a ser uma empreendedora digital melhor?
Empreendedorismo:

  • Plano de Negócios em 40 Lições
    (Ed. Saraiva / Autores: Cândido Borges; Hashimoto, Marcos)
  • Métricas de Marketing – O Guia Definitivo de Avaliação de Desempenho do Marketing
    (Ed. 2012 / Autores: Bendle, Neil T., Farris, Paul W., Pfeifer, Phillip E.)

    Para saber mais:
    Biellíssima: www.biellissima.com.br
    O que faz: E-commerce de Lingeries e Acessórios Femininos
    Sócio(s): Priscila Biella
    Funcionários: 5
    Sede: São Paulo/SP.
    Início das atividades: 15/12/2014
    Investimento inicial: R$ 25.000,00
    Faturamento: R$ 15 mil/mês
    Contato: contato@biellissima.com.br | priscilabiella@biellissima.com.br

Fonte: Portal Mulher Empreendedora e Projeto Draft

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s